Saltar para o conteúdo
7,4
Média
148 votos
?
Sua nota
Direção
Fernando Meirelles
Roteiro:
Anthony McCarten
Gênero:
Drama
Origem:
Estados Unidos, Argentina, Itália, Reino Unido
Duração:
125 minutos
Prêmios:
77º Globo de Ouro - 2020, 92º Oscar - 2020

Por trás dos muros do Vaticano, o conservador Papa Bento XVI e o futuro liberal Papa Francisco devem encontrar um terreno comum para criar um novo caminho para a Igreja Católica.

Elenco

Jonathan Pryce
Papa Francisco
Anthony Hopkins
Papa Bento XVI
Juan Minujín
Papa Francisco jovem
Sidney Cole
Cardial Turkson
Thomas D Williams
Jornalista americano
Federico Torre
Medina Estevez

Notas e Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

Comentários (3)

CitizenKadu | sábado, 04 de Janeiro de 2020 - 07:44

Ratzinger foi responsável por inúmeras omissões em relação à corrupção e encobertamento de pedofilia(inúmeros casos) como Papa. Papa Francisco tem sua ideologia mentida neste filme(marxista?!), quando na verdade ele foi o populista latino-americano necessário para a Igreja manter a sua popularidade quando ele na verdade "luta"(entre aspas) contra o óbvio(aquecimento global, pobreza,..) mas mantém o conservadorismo preconceituoso.Enfim, um filme pobre intelectualmente e éticamente irresponsável.

CitizenKadu | sábado, 04 de Janeiro de 2020 - 07:46

https://cineplayers.com/filmes/livrainos-do-mal

Polastri | quinta-feira, 09 de Janeiro de 2020 - 12:02

Tô total com vc nessa, "progressismo" na Igreja católica vai ser sempre falso. Usam que Jesus "acolhia" os pecadores pra justificar um dito progressismo católico. Só se esquecem que a doutrina católica é "acolhimento DESDE que vc se arrependa e sigma nossos dogmas", caso contrário é condenação eterna kkkkk. E esses dogmas continuam bem restritos sobre liberdade sexual, moralidade, independencia de pensamento etc.

Claro que historicamente a Igreja faz um trabalho de base importantíssimo, seja como assistencia social, seja em questões como organização de trabalhadores etc (ver o documentário do Coutinho "Volta Redonda - Memorial da Greve"). No entanto esse trabalho da Igreja não vem sem os seus interesses embutidos, e essa defesa filosófica como se a Igreja pudesse acolher todos os pensamentos acho bem errada e inclusive perigosa também.

Josiel Oliveira | segunda-feira, 06 de Janeiro de 2020 - 17:22

https://i.pinimg.com/originals/00/75/13/007513d6fee6b22e3cbd7e2aa3e553a6.jpg

kkkkkkk rachei o bico com essa imagem

CitizenKadu | segunda-feira, 06 de Janeiro de 2020 - 18:58

"But tonight isn’t just about the people in front of the camera. In this room are some of the most important TV and film executives in the world. People from every background. They all have one thing in common: They’re all terrified of Ronan Farrow. He’s coming for ya. Talking of all you perverts, it was a big year for pedophile movies. Surviving R. Kelly, Leaving Neverland, Two Popes. Shut up. Shut up. I don’t care. I don’t care."

O que Gervais fez ontem foi "pure comedy gold" para os tempos do PC. A piada com Jeffrey Epstein foi um exemplo de timing: esperou o "huuuuu" de reprovação hipócrita pra devolver: "Shut up. I know he’s your friend but I don’t care." Eu nem vi o prêmio mas sempre espero pelo monólogo dele e ontem eu saí de alma lavada, fiquei 1 hora repetindo o monólogo num streaming no youtube que tava ao vivo e nem quis ver mais nada.

CitizenKadu | segunda-feira, 06 de Janeiro de 2020 - 20:24

Em tempos de intolerância....exaltar a instituição mais intolerante ( a instituição religiosa), como se ela estivesse caminhando a passos largos para um progressismo(o que é impossível dentro de dogmas) é perigoso.

Faça login para comentar.