Saltar para o conteúdo

Artigos

7+ | Conhecendo melhor o Western Spaghetti

Os italianos tomaram o gosto pelo cenário seco da formação americana sob o olhar do Cinema. Nos entregaram no começo daquele movimento o clássico O Dólar Furado, e com ele a estrela Giuliano Gemma; porém, ali se via praticamente uma retomada do estilo de western típico dos EUA: personagens até arrumados, com a barba feita em dia etc. O que veio a ser chamado de "western spaguetti" foi definido em 1964 por Sergio Leone (justamente um ano antes em relação ao citado): homens sujos, com pouco ou nenhum pingo de ética e com prazo de validade em evidência. É bom ter em mente que esses filmes, na maioria das vezes, utilizavam o fator histórico para tratar de coisas mais pessoais, como a relação selvagem e íntima do homem com a violência – ou seja, toda aquela sujeira era uma forma de expor a alma de todos aqueles personagens, o estado de ser deles. Esta lista tem o objetivo de mostrar um pouco que esse conceito nunca se resumiu a Sergio Leone e que também não ficou apenas na década de 60 - considerada a era de ouro ao subgênero.

 

7. Django, O Bastardo (Sergio Garrone, 1969)

 

6. Tempo de Massacre (Lucio Fulci, 1966)

 

5. A Morte Anda a Cavalo (Giulio Petroni, 1967)

 

4. Vingança Cega (Sergio Martino, 1977)

 

3. O Dia da Desforra (Sergio Sollima, 1966)

 

2. Keoma (Enzo G. Castellari, 1976)

 

1. O Vingador Silencioso (Sergio Corbucci, 1968)

Comentários (38)

Seja Lá Quem Tiver Sido | terça-feira, 21 de Abril de 2015 - 12:36

Cemitério Sem Cruzes é uma das coisas mais tediosas que já vi, ô filminho ruim. E Dia de Ira ae que o Victor citou é ótimo msm, Giuliano Gemma e Lee Van Cleef juntos só podia sair coisa boa.

Wilson Scatolini Filho | terça-feira, 21 de Abril de 2015 - 18:14

Que vergonha, dessa lista eu só vi "O Vingador Silencioso".

Josiel Oliveira | sexta-feira, 01 de Maio de 2015 - 20:20

Assisti recentemente O Dia da Desforra, graças à indicação dessa lista (já estava esperando uma indicação de algo do Sollima, que ainda não tinha visto nada dele), e cara... que filmaço! Acho que é a coisa mais próxima de Sergio Leone que eu vi no gênero, tanto na direção, quanto na temática e na trilha. Valeu a indicação!

Faça login para comentar.