Saltar para o conteúdo

Notícias

Kirsten Stewart vive estrela de cinema perseguida no trailer de Seberg


A Amazon divulgou o trailer de Seberg, um suspense político que traz Kristen Stewart (Personal Shopper) como Jean Seberg, a famosa atriz que despontou para o panorama do cinema mundial ao fazer Acossado, de Jean-Luc Godard, além de outros filmes como Bom Dia, Tristeza, Os Aventureiros do Ouro e Aeroporto.

O filme detalha como a americana que fez carreira na França se tornou visada pelo FBI por sua associação com Hakim Jamal (Anthony Mackie, de Capitão América: Guerra Civil), primo de Malcolm X e ativista do grupo Panteras Negras. Através do serviço de vigilância COINTELPRO, o FBI descobriu que Seberg haviado doado cerca de 10.500 dólares em contribuições e presentes para o movimento. O FBI usou o serviço para assediar, intimidar, difamar e descreditar Seberg, tentando acabar com sua imagem perante o público, espalhando histórias de que seu filho era na verdade de um dos Panteras Negras e não do seu marido Romain Gary. O estresse causado pela falsa notícia foi tanto que fez Seberg entrar em parto prematuro, dando à luz um filho natimorto que resultou em processo de milhares de dólares contra o jornal Newsweek, responsável por publicar a informação. 

E não parou por aí. Após sua morte, amigos de Seberg deram conta que ela por anos experienciou telefones grampeados e perseguição agressiva, com suas atividades sendo informadas ao presidente Richard Nixon por meio de J. Edgar Hoover. Sua carreira entrou também em eventual declínio,  onde especialistas no FBI informam que a atriz entrou em uma "lista negra", assim como Jane Fonda (Barbarella), que orientavam os estúdios a não oferecer papéis relevantes para Seberg. A mesma disse que recebia papéis que "beiravam a pornografia". Após passar anos deprimida, a atriz cometeu suicídio por overdose de barbitúricos em 1979. Após sua morte, o FBI admitiu publicamente a campanha de difamação, com o caso se tornando uma matéria de capa da revista Time.

O filme é dirigido por Benedict Andrews (Una), diretor egresso do teatro que assina aqui seu segundo longa, baseado em roteiro de Joe Shrapnel e Anna Waterhouse (Frankie e Alice). O elenco é completado por Jack O'Conell (O Jogo do Dinheiro), Zazie Beetz (Coringa, Deadpool 2), Vince Vaughn (Confronto no Pavilhão 99), Margaret Qualley (The Leftovers, Era Uma Vez em... Hollywood) e Colm Meaney (Con Air). Estreia 13 de dezembro nos EUA.


Comentários (1)

Araquem | quinta-feira, 14 de Novembro de 2019 - 03:09

A carreira da dupla de crepúsculo (principalmente Pattinson), tomou um rumo melhor/diferente. Com filmes e personagens ousados.

Faça login para comentar.