Saltar para o conteúdo

120 Batimentos Por Minuto

(120 battements par minute, 2017)
?
Sua nota
Direção
Roteiro:
Robin Campillo, Philippe Mangeot
Gênero:
Origem:
Estreia:
04/01/2018
Duração:
140 minutos
Prêmios:
70° Festival de Cannes - 2017

Lupas (8)

  • No seu primeiro terço, deve ter umas 1200 palavras por segundo, com todos aqueles tópicos das reuniões. Serve de alerta para os dias de hoje também, ainda que por vezes não escape do discurso panfletário e "lacrador", resultando num certo anacronismo.

    Patrick Corrêa | Em 09 de Março de 2019 | NOTA: 7.5
  • Comovente e informativo sem precisar apelar para sentimentalismos, exibe um panorama menos explorado da questão do HIV, conseguindo ser certeiro seja na apresentação do movimento ativista, seja no desenrolar do romance entre os personagens.

    Vinícius de Castro | Em 14 de Julho de 2018 | NOTA: 7.0
  • Impactante em diversos frontes. As cenas de militância são de uma força política ímpar no cinema francês. Apesar de bastante dentro dos parâmetros em muitas vezes, não deve em nada a vários filmes LGBT, e serve até mesmo como exemplo cinematográfico.

    Mateus da Silva Frota | Em 17 de Abril de 2018 | NOTA: 7.5
  • Um grande feito ativista vem carregado de emoção, empatia, sinceridade, realismo e coragem. Aqui há uma edificação narrativa através da redução do macro ao micro. Da efervescência de uma causa coletiva tocamos os anseios de cada vida envolvida.

    Guilherme Algon | Em 10 de Abril de 2018 | NOTA: 9.0
  • Mesmo soando panfletário (não é) e com uma abordagem do tema não tão inédita, 120 BPM é um lembrete em áudio e vídeo da importância da militância e do orgulho de ser. Poderia chegar mais próximo de ser a obra-prima que pintam, mas é necessário.

    Gustavo Hackaq | Em 07 de Março de 2018 | NOTA: 8.0
  • A duração não se justifica, mas o longa possui diversos belos momentos que irradiam humanidade e força emocional, seja quando foca nos dramas pessoais ou na luta coletiva. Um dos filmes mais competentes sobre o tema e com ótimos personagens.

    Gabriel Frati | Em 16 de Fevereiro de 2018 | NOTA: 8.0
  • 'The Normal Heart' francês mais focado na militância e menos histriônico que o irmão americano, porém tão emocionalmente impactante quanto. Convencional, mas bem desenvolvido e de bons personagens - nada que justificasse a palma de ouro perdida, todavia.

    Augusto Barbosa | Em 09 de Janeiro de 2018 | NOTA: 7.0
  • A opção por subverter o clímax e dilatar o terceiro ato dota o filme de um significado maior, dando às personagens um tocante senso de comunhão e persistência. Fora isso, o filme de Campillo é bom, sem dúvida, mas esquemático e muitas vezes redundante.

    Felipe Lima | Em 01 de Novembro de 2017 | NOTA: 7.0