Saltar para o conteúdo

Agente da U.N.C.L.E., O

(Man from U.N.C.L.E., The, 2015)
6,9
Média
131 votos
?
Sua nota
Direção
Roteiro:
Guy Ritchie (história e roteiro), Lionel Wigram (história e roteiro), Jeff Kleeman (história), David C. Wilson (historia), Sam Rolfe (baseado na série de tv)
Gênero:
, ,
Origem:
,
Estreia:
03/09/2015
Duração:
116 minutos

Lupas (25)

  • Um bom filme de espionagem.

    Kayo Baptista Carlos | Em 05 de Julho de 2020 | NOTA: 7.0
  • Típica farofa com um bom tempero e acima das superestimadas produções de décadas anteriores de Ritchie. A parceria não assumida entre os espiões das linhas inimigas rende super bem e revela atores com bom ritmo cômico. Vikander fecha o trio com graça e perspicácia.

    Patrick Corrêa | Em 13 de Abril de 2020 | NOTA: 7.0
  • Gostei da disputinha entre os machões... O moreno ganhou meu coração... Uma boa opção de MacGyver charmoso...

    Rosana de Almeida Machado | Em 29 de Janeiro de 2019 | NOTA: 7.5
  • Divertido e estiloso, interessante filme de espionagem mesmo sem cenas impactantes. Não tem a inspiração dos outros de Guy Ritchie e estranhamente desperdiça várias cenas de ação - são aceleradas e deixaram o botão de volume desligado!

    Adriano Augusto dos Santos | Em 05 de Novembro de 2018 | NOTA: 7.5
  • Alguns núcleos e ideias carecem de um desenvolvimento mais profundo que, aliados a um roteiro e produção repleto de coincidências, colocam a obra num lugar comum. Pouco se vê o estilo do diretor.

    Gabriel Fagundes | Em 25 de Abril de 2018 | NOTA: 4.0
  • Guy Ritchie em um filme farsesco, descompromissado com a verossimilhança, invoca Tarantino e abusa de referências: close nos olhares (Leone) e split screen (De Palma). Ótima dupla principal de atores: canalhas!

    Renato Abbt Keppe | Em 16 de Dezembro de 2017 | NOTA: 7.0
  • Não é nenhuma obra-prima, mas consegue ser uma linda homenagem aos filmes de espiões dos anos 60 e 70, cheio de grandes referências. O bromance Cavil-Hammer é uma das dinâmicas mais divertidas do ano!

    Guilherme Spada | Em 02 de Maio de 2017 | NOTA: 7.5
  • Não é ruim, mas também não é bom! O visual do filme é bacana, mas o resto é muito superficial, inclusive as interpretações.

    Sandro Pimentel Martins | Em 20 de Janeiro de 2017 | NOTA: 5.5
  • Otimo filme.

    Eduardo Gomes Beserra | Em 31 de Dezembro de 2016 | NOTA: 8.5
  • O filme funciona por um segredo tão velho quanto o seriado original: a química entre os protagonistas. É o charme deles que torna o filme uma peça de entretenimento bastante satisfatória.

    Edward Jagger DeLarge | Em 31 de Outubro de 2016 | NOTA: 7.0
  • Os tiques da direção de Ritchie ainda são muito bem-vindos. Diversão garantida.

    Anderson de Souza | Em 04 de Março de 2016 | NOTA: 6.5
  • Uma vivida homenagem aos filmes de espiões dos anos 70, com uma saborosa trama de jogos e reviravoltas. A cena de perseguição na floresta está próxima da perfeição.

    Marques Chery M.K | Em 25 de Janeiro de 2016 | NOTA: 7.5
  • Divertido e com uma historia bem elaborada, gostei

    Leandro Mesquita | Em 08 de Janeiro de 2016 | NOTA: 8.0
  • Estilo demais e cuidado de menos no roteiro. Uma pena, já que até certo ponto era bem divertido, mas a insistência por plot twists cansativos e explicativos demais acabam por enfraquecer o conjunto da obra. Tirando isso, dá para se divertir muito.

    Kennedy | Em 10 de Dezembro de 2015 | NOTA: 7.0
  • Um filme que se vende pelo estilo, não pela substância, que funciona até certo ponto, mas a falta de química legítima no trio principal e uma história sem importância caracterizam uma obra que se esforça em entreter, mas não é bem-sucedido na íntegra.

    Bruno Cavalcanti | Em 02 de Dezembro de 2015 | NOTA: 7.0
  • O filme em que Guy Richer melhor conseguiu pôr em prática seu "característico" jeitão descolado. A Guerra Fria nunca foi tão divertida.

    Vinícius de Castro | Em 01 de Dezembro de 2015 | NOTA: 7.0
  • Despretensioso, sem explosões apocalíticas e muito simpático. Resgata um certo charme nos filmes de ação que a muito se perdeu. Figurino, personagens caricatos e trilha sonoras se encaixam de modo honesto nesta divertida trama. Grata surpresa.

    RAPHAEL ANTONIO MORAIS RUELA | Em 18 de Novembro de 2015 | NOTA: 8.0
  • Como prequel, esperava-se mais, principalmente do elenco, no entanto, o roteiro tem a ironia inteligente dos melhores trabalhos das paródias de espionagem, com a vantagem de não insistir nas cenas de lutas intermináveis, o que dá fluência ao filme.

    Gilberto C. Mesquita | Em 09 de Novembro de 2015 | NOTA: 6.5
  • Bastante divertido e eficiente, resgata a elegância de ser um espião.

    Vinícius Barbosa | Em 02 de Novembro de 2015 | NOTA: 7.5
  • Usando todos os clichês do subgênero de espionagem e de infiltração, consegue entreter moderadamente. Ritchie continua ágil e o filme está longe de ser uma porcaria, mas não trás nada de novo.

    Bruno Ricardo de Souza Dias | Em 15 de Setembro de 2015 | NOTA: 6.5