Saltar para o conteúdo
8,2
Média
142 votos
?
Sua nota
Direção
Anthony Mann
Roteiro:
Reginald Rose (roteiro), Will C. Brown (romance)
Gênero:
Romance, Drama, Ação, Faroeste
Origem:
Estados Unidos
Duração:
100 minutos

Lupas (21)

  • É com certeza um dos grandes westerns americanos e faz parte daqueles exemplares que debatem o próprio declínio do gênero. Gosto muito do simbolismo do trem (civilização moderna) que tem sua viagem interrompida para que Cooper se acerte com o passado.

    Caio Santos | Em 17 de Março de 2019 | NOTA: 8.5
  • Despedida maravilhosa de Gary Cooper. Outra vez trazendo sua moral e justiça, sob o peso do passado criminoso, para um ambiente outrora próximo mas que nada mais lhe diz. Rápido, direto e bom demais.

    Adriano Augusto dos Santos | Em 27 de Outubro de 2018 | NOTA: 9.0
  • Decepciona para um filme que se pretende físico. Anthony Mann tem momentos - bem - maiores em sua carreira.

    Chcot Daeiou | Em 20 de Agosto de 2017 | NOTA: 7.0
  • Anthony Mann realiza um western atípico, lúgubre - e por consequência deslocado do gênero na época. É um filme de atmosfera depressiva, planos fantasmagóricos e um odor de violência sempre presente. Coisas estranhas acontecem na beira do abismo humano.

    Zacha Andreas Lima | Em 12 de Abril de 2017 | NOTA: 9.0
  • Um filme apenas corretor, regular. Não apresenta nada de muito diferente do convencionalismo do vilão sendo fisgado de volta à vida criminosa. Mesmo sendo bem construído e bem ágil é um filme que carece de maior profundidade.

    Eliezer Lugarini | Em 21 de Outubro de 2015 | NOTA: 6.5
  • tem um bom drama de background, porém a relação entre alguns personagens carece de desenvolvimento (o relacionamento entre link e elis) e a situação que dá mote ao filme parece forçada. além de ser um pouco datado

    mateus souza junqueira enout | Em 01 de Outubro de 2015 | NOTA: 6.5
  • O peso do acerto de contas com o que já se foi.

    Daniel Mendes | Em 11 de Junho de 2014 | NOTA: 8.5
  • "Tudo poderia ser tão diferente..." diz o protagonista durante um confronto - fase que contextualiza toda a obra. Pequena grande pérola do gênero, com uma economia narrativa notável.

    Douglas Rodrigues de Oliveira | Em 17 de Maio de 2014 | NOTA: 8.5
  • 14/10/11

    Eduardo Scutari | Em 09 de Fevereiro de 2014 | NOTA: 7.5
  • Achei um western bem regular, sem brilho nem na forma nem no conteúdo. O personagem principal até que é bem desenvolvido, mas os secundários são bem superficiais.

    Josiel Oliveira | Em 10 de Junho de 2013 | NOTA: 6.5
  • Julie London ♥

    Aurore | Em 04 de Junho de 2013 | NOTA: 9.0
  • Atrás do forte apelo ("eu tento sair, mas a vida me puxa de volta."), sobre apenas western padrão, sem muitos momentos memoráveis ou fortes emoções. Os italianos fariam bem melhor posteriormente com o mesmo material.

    Vinícius de Castro | Em 30 de Dezembro de 2012 | NOTA: 6.0
  • Formulaico, segue à risca o velho moralismo cristão hollywoodiano: o homem mau rumo à redenção. As motivações dos personagens são absurdas e as cenas de ação são toscas; vale apenas como diversão descerebrada. Um dos piores filmes de Mann.

    Lucas Delon | Em 14 de Novembro de 2012 | NOTA: 3.0
  • O brilho do estudo psicológico de Jones é ofuscado por uma história sem emoção ou charme, que ao invés de lhe conferir o alicerce para que tudo ali fizesse sentido, ocorre justamente o contrário, prejudicando-a.

    Daniel Borges | Em 08 de Novembro de 2012 | NOTA: 6.0
  • Além de lindamente filmado, com uma fotografia deslumbrante, tem um dos personagens mais interessantes e bem trabalhados que já vi em westerns. É notável como Gary Cooper muda de expressões a partir da reviravolta na metade. E o duelo final é empolgante.

    Douglas Braga | Em 14 de Outubro de 2012 | NOTA: 8.0
  • A tematica do homem íntegro que é obrigado a revisitar seu passado sombrio, despertando assim um ser adormecido dentro de si, ja foi melhor usada, pelo insuperavel Clint nos anos 90, mas Mann faz desta obra tão válida quanto Unforgiven.

    Ravel Macedo | Em 13 de Julho de 2012 | NOTA: 8.0
  • Passado, presente e futuro fundidos em um único espaço fazem com que a luta espiritual do protagonista seja mais implacável que todos os socos e tiros que dele partem.

    David Campos | Em 13 de Julho de 2012 | NOTA: 9.5
  • É esquecível, contendo os mesmos elementos de um filme da década de 30, o que prova a falta de amadurecimento do gênero completamente gasto, que seria salvo por Leone na década seguinte.

    Gustavo Coelho | Em 12 de Maio de 2012 | NOTA: 6.0
  • Grande uso de McGuffin(Lassoo),em um Western de finíssimo trato,assassinado pelo grande Mann.

    LSM | Em 12 de Maio de 2012 | NOTA: 8.5
  • Um dos melhores filmes do mestre Mann, ao lado de Witchester 73.

    Yuri Ramos Ferreira | Em 30 de Junho de 2011 | NOTA: 8.5