Saltar para o conteúdo
8,7
Média
1216 votos
?
Sua nota
Direção
Roman Polanski
Roteiro:
Ronald Harwood (roteiro), Wladyslaw Szpilman (livro)
Gênero:
Drama
Origem:
Estados Unidos, Alemanha, França, Reino Unido, Polônia
Duração:
148 minutos
Prêmios:
60° Globo de Ouro - 2003, 55° Festival de Cannes - 2002, 75° Oscar - 2003

Lupas (50)

  • Roman Polanski faz um trabalho magistral, Andy Brody carrega a segunda parte do filme de forma sublime . Um dos melhores filmes da última década

    Luís Pedro Constante Montijo | Em 21 de Janeiro de 2012 | NOTA: 10.0
  • A obra-prima de Polanski e da Segunda-Guerra Mundial.

    Ricardo Côrte Real | Em 06 de Dezembro de 2011 | NOTA: 9.5
  • Adrien Brody em uma atuação sublime.

    Diogo Pitta | Em 24 de Outubro de 2011 | NOTA: 8.5
  • Adrien Brody mal consegue andar, além de totalmente desnutrido e perdido em meio aos ataques alemães. Até surgir um piano.... Um Polansky que entrega outra obra eficiente.

    Filipe Ferraz | Em 12 de Julho de 2011 | NOTA: 7.0
  • Sem palavras, não tenho como me expressar adequadamente à este filme.

    Guilherme Gomes | Em 21 de Abril de 2011 | NOTA: 9.5
  • Pode ser um tremendo mal gosto, mas eu me emociono muito mais com blockbusters dramáticos e apelativos do que com filmes honestos e pés no chão como O Pianista. Por isso mesmo sou muito mais A lista de Schindler de Spilberg que o bom filme de Polanski.

    Daniel Mendes | Em 28 de Fevereiro de 2011 | NOTA: 7.0
  • O filme é tão foda que achei que tinha passado 40 minutos, já tinha passado quase 2h. PQP ESSE FILME.

    Keila Gropelo Tanaka | Em 13 de Fevereiro de 2011 | NOTA: 10.0
  • Polanski seguro na direção nos presenteia com mais um de seus grandes filmes. Futuramente, um clássico do cinema!

    Gustavo Coelho | Em 10 de Fevereiro de 2011 | NOTA: 9.0
  • Mesmo com um tema já batido, a segunda guerra mundial, Polanski consegue criar uma atmosfera realmente real e conta com uma atuação primorosa de Adrien Brody. O filme é maravilhoso.

    Bruno Ricardo de Souza Dias | Em 26 de Janeiro de 2011 | NOTA: 9.0
  • Um real e chocante retrato do Holocausto, sem os mesmos sentimentalismos de 'A Lista de Schindler'. Impossível não se comover com esse impressionante trabalho de Polanski, pelo qual as lágrimas escorrem involuntariamente dos olhos.

    Vinícius Cavalheiro | Em 31 de Dezembro de 1969 | NOTA: 10.0